11-3230-8002 | 11-99362-3736 contato@indenizacaoaerea.com.br

A alteração de rota do voo é mais uma das situações que, não importa se por razões comerciais, como união de voos, ou imprevisíveis, como mau tempo, gera prejuízos e deve ser indenizada. Em qualquer caso, o consumidor não deve suportar os riscos que são próprios da companhia aérea e da atividade por ela desenvolvida.

Aviso prévio e dever de informação

De acordo as regras da ANAC, a empresa deve comunicar a alteração de rota do voo com um aviso prévio de no mínimo 72 horas. Depois desse prazo, os danos já estarão causados e deverão ser indenizados, seja porque a companhia faltou com seu dever de informação em tempo adequado, seja porque provocou desgaste no passageiro.

Alteração de rota de voo por realocação de passageiros

Não é coincidência que muitos dos casos de atraso de voo sejam provocados justamente por alteração de rota do voo. Em um caso de união de voos, com realocação de passageiros, por exemplo, é possível que o novo trajeto demore mais tempo que o planejado originalmente.

Alteração de rota de voo pode levar ao cancelamento

Além disso, a alteração de rota do voo pode também significar o cancelamento de voo. Um caso comum é uma mudança não informada que estipula um trajeto que enfrenta péssimas condições climáticas, o que pode impedir até mesmo a decolagem.

Se você passou por algum problema com seu voo, procure um advogado de sua confiança. Conheça, nestes posts, os direitos dos passageiros em casos de cancelamento de voo, extravio de bagagem e atraso de voo. A equipe da Indenização Aérea é extremamente preparada para solucionar casos de abusos de empresas aéreas e está à disposição para ajudá-los.